Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CUT-AL REALIZA DIA DE LUTA POR DIREITOS E EMPREGOS

CUT-AL realiza Dia de Luta por Direitos e Empregos

31/01/2015

A CUT-AL e as demais centrais sindicais realizaram no último dia 28 um ato público no centro de Maceió para protestar contras as medidas que alteraram o acesso a direitos trabalhistas e previdenciário

Escrito por: G1/AL

Dia de Luta por Direitos e empregos

 

Movimentos sindicais, como a Central Única dos Trabalhadores em Alagoas (CUT-AL), a Força Sindical, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal) e o Movimento dos Sem Terra (MST), realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira (28) em frente à Delegacia Regional do Trabalho de Alagoas (DRT/AL), localizada no Centro de Maceió. Eles reclamam das medidas aprovadas pela presidente Dilma Rousseff (PT) no fim do ano passado, que alteraram as regras de direitos trabalhistas.

O ato marcou o Dia Nacional da Luta por Direitos e Empregos em Maceió. Segundo a presidente da CUT em Alagoas, Amélia Fernandes, a presidente Dilma não cumpriu a promessa de discutir com as centrais sindicais as novas regras trabalhistas. “No dia 30 de dezembro, tudo mudou e nós queremos que seja corrigida essa distorção feita no governo", questiona.

Protestos semelhantes estão ocorrendo simultaneamente em todo o país, principalmente contra as novas regras, como o seguro-desemprego, que antes era concedido com seis meses trabalhados, e passou a ser de 18 meses.

Além disso, os manifestantes também se mostram insatisfeitos com as mudanças no seguro-defeso, cuja carência passou a ser de três anos. Antes, o pescador poderia receber o benefício, que é concedido durante o período de reprodução dos peixes em que eles não podem pescar, a partir de um ano de serviço. Quem recebe outro benefício, como o Bolsa Família, fica de fora do auxílio.

A presidente da CUT informou ainda que os manifestantes vão se juntar a uma pauta local, contra a privatização da Companhia de Saneamento de Alagoas. “Nós vamos nos juntar aos trabalhadores da Casal, para não permitir essa privatização no nosso estado. É direito de todos os trabalhadores”, conclui. Os manifestantes saíram em passeata da sede da DRT em direção à sede da Casal, no Centro.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com