Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > SINDIMETAL: CONVOCA PROTESTO CONTRA SABOTAGEM À IMPLANTAÇÃO DO ESTALEIRO DA EISA.

SINDIMETAL: Convoca protesto contra sabotagem à implantação do estaleiro da EISA.

05/07/2012

Ato público dia 10 de julho em frente ao IBAMA em Maceió.

Escrito por: SINDIMETAL

 

O SINDIMETAL convida os metalúrgicos de Alagoas e demais pessoas interessadas para a realização de um protesto, em frente ao IBAMA, das oito horas da manhã às quatro da tarde, da próxima terça-feira, dia 10, objetivando manter a construção do Estaleiro EISA no local projetado.


Vale dizer que com a sugestão de construir essa mega indústria em outro local poderemos perdê-la, já que não bastou ao IBAMA a justificativa de recompensar a parte de mangue a ser degradada com replantio de outra área cinco vezes maior. Além disso, o local em questão só representa 9% daquela que o mesmo IBAMA permitiu ser devastada em Pernambuco.


Inclusive, o órgão ambiental já havia concedido a licença provisória e ao ter sinalizado em conceder a definitiva motivou à Petrobras incluir o EISA na licitação em que ele foi vencedor  para fabricar cinco Navios Sondas em Alagoas.


Agora, como fica a fabricação desses navios e quem vai pagar os prejuízos morais e materiais dos trabalhadores, estudantes e empresas que, respectivamente, investiram na qualificação e formação da mão-de-obra e na tecnologia que seriam utilizadas no Estaleiro? Inclusive, como fica a decepção da população que participou da audiência pública, em Coruripe, onde aprovou a instalação do empreendimento em nosso território?

Finalmente, impedir que o progresso implantado no Brasil pelos governos Lula e Dilma chegue à Alagoas para criar  30 mil empregos e dizer que a vinda do estaleiro traria favelização, indica que no parecer do IBAMA falta base técnica e sobra sabotagem política e humilhação aos alagoanos.
Esse protesto será pacífico, sem bloqueio da Fernandes Lima, e todas as pessoas de qualquer categoria ou tendências políticas podem participar, para defenderem a realização desse grande sonho dos alagoanos.

PARECER DO IBAMA SOBRE O ESTALEIRO É SABOTAGEM CONTRA OS ALAGOANOS

Em nome dos metalúrgicos de Alagoas, o SINDIMETALrepudia o parecer em que o IBAMA nega a licença ambiental para instalação do Estaleiro EISA em Alagoas. Isso porque, as fortes evidencias indicam que o documento é mais político partidário do que técnico.

Diante da estranha negativa, fica no ar uma série de indagações que merecem explicações do órgão ambiental, para aqueles que tanto sonhavam com a concretização desse empreendimento, que gera milhares de empregos.

Por que o IBAMA autorizou Pernambuco utilizar mais de mil hectares de mangue e resolve impedir o progresso de Alagoas por causa de uma área inferior a cem hectares? Alem do mais, foi anunciado que o EISA compensaria à natureza com a replantação de uma área cinco vezes maior àquela a ser degradada.
 
Vale lembrar que, logo no início, o IBAMA emitiu “parecer” dizendo que a vinda do Estaleiro geraria favelização, o que foi tido como atitude estranha e suspeita. Inclusive, esse mesmo órgão já havia dado a licença ambiental provisória e ao ter sinalizado em conceder a definitiva isso gerou o dado que faltava à Petrobras para incluir o EISA na licitação em que foi vencedor para construir cinco navios sondas em Alagoas.

Agora, como é que o EISA vai construir esses navios e quem vai pagar os prejuízos dos trabalhadores e das empresas que, respectivamente, investiram na mão-de-obra e na tecnologia que seriam utilizadas no Estaleiro?

Quem vai pagar os danos materiais e morais causados aos alagoanos, a quem o IBAMA deu motivo para acreditarem na realização desse grande sonho? Inclusive, quem pagará a decepção da população que participou da audiência pública, realizada em Coruripe, na qual aprovaram a instalação dessa mega indústria?

Diante disso, são fortes os indícios de sabotagem política contra os alagoanos, como se Alagoas não merecesse o mesmo desenvolvimento econômico e social implantado nos governos Lula e Dilma. Apesar de tudo, se espera que o IBAMA reveja a decisão e, para isso, já se noticia que a Bancada Federal de Alagoas resolveu reagir e o SINDIMETAL, como filiado à CUT, apela para que ela também entre na luta visando garantir aos trabalhadores alagoanos os 30 mil empregos que o EISA pode criar.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com