Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > MÉDICOS SUSPENDEM SERVIÇOS DO IML DE MACEIÓ E ARAPIRACA.

Médicos suspendem serviços do IML de Maceió e Arapiraca.

20/06/2012

‘Corpos ficarão a encargo do Governo’, diz presidente da categoria.

Escrito por: Alagoas24horas

 

Após deliberação em assembleia, médicos legistas decidiram suspender a partir da próxima quinta-feira (21) as atividades de necropsia, corpo de delito e conjunção carnal nos Institutos Médico Legal de Maceió e Arapiraca. A paralisação é por tempo indeterminado.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed), Wellinton Galvão, as sedes dos IMLs ficarão fechadas e o estado deverá se responsabilizar pelos corpos que lá chegarem. Galvão lembrou ainda que os órgãos públicos de direito são conhecedores das péssimas condições de trabalho nos Institutos. “Tanto é assim que o próprio Ministério Público Estadual (MPE) já recomendou a suspensão das atividades e fechamento do prédio", destacou.

Foto: Wellinton Galvão.

Atualmente 30 médicos legistas assinam os laudos dos dois Institutos. “Desta vez não tem acordo. Já estamos cansados das promessas do governo. Os legistas só retomam as atividades depois que o Governo do Estado atender às exigências da categoria. Não é apenas uma questão salarial. Os valores são defasados, mas os colegas apresentaram fotos de corpos jogados no chão e instrumentos enferrujados. A situação é insustentável”, denunciou o presidente.

Os médicos legistas recebem hoje um salário de R$ 2.600,00 e reivindicam um Plano de Cargos e Carreiras, além do piso no valor de R$ 9.600,00.

Na semana passada, o então diretor do IML de Maceió, Gerson Odilon, pediu exoneração do cargo devido à falta de condições de trabalho e das deficiências de estrutura do prédio.

De acordo com o sindicato, os casos de estupro e flagrante de delito terão atendimento transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE) e na Unidade de Emergência Doutor Houly de Almeida, em Arapiraca.

A Perícia Oficial do Estado, que coordena os trabalhos dos IMLs, ainda não se pronunciou sobre a paralisação.

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com