Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > SINDPOL DENUNCIA ‘MASCARAMENTO’ DOS DADOS DA VIOLÊNCIA EM AL.

Sindpol denuncia ‘mascaramento’ dos dados da violência em AL.

14/05/2012

A categoria deverá decretar greve na próxima sexta-feira, dia 18 de maio.

Escrito por: Alagoas24horas

 

A direção do sindicato dos Policiais Civis de Alagoas se reuniu na manhã  sexta-feira, dia 11, na sede do sindicato da categoria, para anunciar que se não houver avanços nas negociações junto ao governo, a categoria deverá decretar greve na próxima sexta-feira, dia 18 de maio.

Durante a reunião, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol/AL), Josimar Melo, fez críticas à política salarial do governo Teotonio Vilela Filho (PSDB). A categoria se recusa a aceitar o reajuste anunciado pelo governo e voltou a cobrar a implementação efetiva do plano de cargos e carreiras.

Melo fez, ainda, uma grave denúncia, que será formalizada pelo sindicato junto ao Ministério Público Estadual. De acordo com o sindicalista, a Secretaria de Defesa Social vem ‘mascarando’ os dados da violência no Estado. Um dos exemplos citados pelo sindicalista diz respeito à troca de pulseiras, dentro do Hospital Geral do Estado (HGE), de vítimas de violência, que dariam entrada no Instituto Médico Legal Estácio de Lima como vítimas de casos clínicos.

A nova metodologia de identificação dos cadáveres foi lançada pela Seds em setembro do ano passado. Segundo a secretaria, o novo registro foi lançado para ‘assegurar que os óbitos por causas violentas fossem registrados de forma fidedigna, ajudando nas investigações'. O sindicato, no entanto, afirma que as pulseiras (que possuem cores diferentes) estão sendo usadas para reduzir as estatísticas.

Josimar Melo também questionou a restrição na divulgação dos dados do IML de Maceió. Ontem, dia 10, a assessoria integrada da Defesa Social forneceu um relatório com os casos relatados nos dias 7, 8 e 9. Nesta sexta, dia 11, o relatório não foi enviado à imprensa.

O sindicalista garantiu que todas as informações obtidas pelo sindicato serão enviadas para que o Ministério Público investigue as denúncias.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com