Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > LIDERANÇAS PROTESTAM CONTRA AUMENTO DE PASSAGEM DE ÔNIBUS

Lideranças protestam contra aumento de passagem de ônibus

01/03/2012

Apenas as cidades de Recife e Salvador apresentam uma tarifa mais alta

Escrito por: Alagoas24horas

 

Integrantes de movimentos sociais se reúnem neste momento na Praça Deodoro, no Centro da Maceió, em protesto à decisão judicial que delibera o reajuste da passagem de ônibus urbano. De acordo com o presidente da Central única dos Trabalhadores (CUT), Isaac Jacson, não somente a população foi surpreendida com a decisão do desembargador Washington Luiz Freitas, como também às lideranças de movimentos sociais, e a própria prefeitura.

Certa de que o aumento não é uma necessidade real, a CUT deverá ingressar até o final da tarde desta quarta-feira (29) com mandado de segurança que pede a reavaliação da decisão do Tribunal de Justiça (TJ/AL). Dados repassados pela CUT dão conta de que, com o aumento, Maceió passa a ter a terceira tarifa mais cara do nordeste e a mais cara do Brasil por quilômetro rodado.

Apenas as cidades de Recife e Salvador apresentam uma tarifa mais alta do que os atuais R$ 2,30 cobrados pelas empresas de transporte de Maceió. O fato de Maceió não ter um terminal de transporte é um agravante que torna mais barato alguns percursos intermunicipais como Rio Largo/Forene do que itinerários dentro da própria cidade.

Para o presidente da CUT Alagoas Izac Jackson, a decisão do Desembargador Washington Luiz foi “impensada e irresponsável”. Os manifestantes dizem que ordem judicial não se discute em púlpito e por essa razão a briga deve correr judicialmente.

Estudantes da Ifal membros da UNE e UBES invadiram a Praça Deodoro cantarolando palavras de ordem: “Boi, boi, boi. Boi da cara preta se a passagem aumentar eu pulo a roleta”; “O dinheiro do meu pai não é capim, eu quero passe livre sim”; “O povo não é bobo, aumento da passagem é roubo!”.

Durante coletiva à imprensa, a Transpal voltou a se defender dizendo que a tarifa está defasada. A Câmara de Vereadores estuda a implementação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar a necessidade de aumento e a própria Transpal.

Hoje dia 01/03 deverá ocorrer nova movimentação em frente ao Tribunal de Justiça.

 

 

Aumento da passagem: usuários protestam e viajam de graça nos ônibus

Representantes dos movimentos sociais colaboraram para que os usuários viajassem de graça nos coletivos, entrando pela porta traseira.

Iniciado nesta manhã em frente ao Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), o protesto contra o aumento da tarifa de ônibus em Maceió terminou na tarde desta quarta-feira, 29, no corredor de ônibus do Centro. Na ocasião, representantes dos movimentos sociais colaboraram para que os usuários viajassem de graça nos coletivos, entrando pela porta traseira.

Acompanhados por um trio elétrico, os representantes literalmente deram voz aos usuários do sistema de transporte coletivo urbano, passando o microfone para qualquer um que quisesse desabafar suas queixas em relação à precariedade do serviço.

Um desses usuários procurou o Alagoas24horas para denunciar que, devido ao protesto, os coletivos não estavam chegando no Centro, parando nas imediações da Embratel. “Deixando a Rua Cincinato Pinto, tive que subir a Ladeira dos Martírios para conseguir pegar um ônibus para voltar para casa”, contou.

O líder estudantil José Marques, que participou do movimento, explicou que o trio elétrico colocado na rua não bloqueou a passagem dos coletivos. “Acreditamos que os ônibus não desceram por ordens superiores, para evitarem o protesto, já que nós colocamos as pessoas para viajarem de graça em todos os coletivos que pararam no corredor central”, explicou.

Marques acrescentou que o protesto aconteceu de forma pacífica, sem tumultos e, lembrou que, a partir das 8h desta quinta-feira, dia 1º, a vigília dos movimentos sociais prossegue com a realização de um café da manhã em frente ao prédio do TJ, na Praça Deodoro.

Nesta manhã, capitaneados pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), os integrantes dos movimentos sociais protestaram em frente à sede do Poder Judiciário.

Ainda hoje, a CUT deve ingressar com um mandado de segurança no TJ/AL pedindo a cassação da liminar, concedida pelo desembargador Washington Luiz, que possibilitou o reajuste da passagem de R$ 2,10 para R$ 2,30.

 

 

Transpal nega que valor é o maior do NE e defende tarifa de R$ 2,49

CEI da Transpal deverá ser presidida por Paulo Corintho.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, dia 29, a superintendente da Associação dos Transportadores de Passageiros do Estado de Alagoas (Transpal), Ana Lúcia Martins da Costa, voltou a defender a passagem no valor de R$ 2,49 e disse que o valor cobrado em Maceió não é o mais caro do Nordeste.

Para Ana Lúcia, o reajuste determinado pelo desembargador Washington Luiz Damasceno Feitas não foi surpresa. “O aumento não foi surpresa. Como a Prefeitura não deu o reajuste, a Transpal procurou a Justiça, que autorizou o aumento para R$ 2,30. O valor ainda não é o satisfatório, o valor ideal é R$ 2,49”, explicou.

A superintendente questionou ainda o fato de divulgarem que a tarifa em Maceió seria a mais cara do Nordeste. Segundo ela, não se pode fazer a comparação do preço das tarifas e sim de todos os índices que levam ao valor. “Não é a mais cara do Nordeste, pois não se pode avaliar a tarifa. Nós aqui pagamos mais impostos que outras capitais. Nós temos o mais caro imposto estadual e municipal. Em outras cidades, por exemplo, há isenção ou desconto do ICMS sobre o diesel. Aqui em Maceió se paga IPVA dos veículos, enquanto em outros estados não se paga... e todo esse imposto é embutido no custo da passagem”, justificou.

Quanto à instauração de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) na Câmara de Vereadores, Ana Lúcia afirmou que a Transpal está aberta para uma auditoria. “As portas da Transpal estão abertas para auditorias. É tudo transparente”, destacou.

A CEI da Transpal deveria ter sido instaurada na sessão de hoje da Câmara, mas ainda faltam as assinaturas dos vereadores Oscar de Melo (PP) e Tereza Nelma (PSDB), que não compareceram à sessão. A Comissão que vai investigar o transporte público na capital deverá ser presidida pelo vereador Paulo Corintho (PDT). “Já temos o número suficiente de assinaturas para instalar a CEI, mas, por respeito aos colegas, que demonstraram interesse em assinar o requerimento, iremos aguardar”, colocou Corintho.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com