Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > SERVIDORES DO INSS DE RIO LARGO PARALISAM AS ATIVIDADES

Servidores do INSS de Rio Largo paralisam as atividades

07/02/2012

Trabalhadores alegam insegurança, porque os vigilantes não vão ao trabalho

Escrito por: Gazetaweb

O Sindicato dos Vigilantes de Alagoas alertou que as agências do INSS em Maceió podem ficar sem vigilantes na próxima semana e que isso deve motivar a suspensão dos atendimentos. "Os vigilantes estão há três meses sem receber salário e seis meses sem tíquete-alimentação", declarou José Cícero Ferreira, diretor jurídico do sindicato.

Nesta segunda-feira, os vigilantes que deveriam cumprir mais um dia de trabalho na agência do INSS em Rio Largo resolveram cruzar os braços e a gerência da unidade recorreu a profissionais da capital. "A agência ficou fechada das 8 horas até quase meio-dia. Tiveram de chamar às pressas vigilantes para fazer a segurança", disse Aldo de Freitas, técnico previdenciário e membro do Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social (Sindprev).

Após saberem que os vigilantes não iriam trabalhar, os servidores do INSS de Rio Largo resolveram paralisar as atividades. O Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social de Alagoas (Sindprev-AL) afirmou que já notificou a Gerência Executiva do órgão para que as providências necessárias sejam tomadas. "Estamos bastante preocupados com a situação. Imaginamos que outros vigilantes, que dão segurança em outras Agências também estejam sem receber salários, o que coloca servidores e usuários em risco", disse o presidente do Sindicato, Cícero Lourenço da Silva.

Segundo o sindicato, o pagamento dos vigilantes já foi repassando pelo INSS, mas até agora os trabalhadores não receberam. “Se a situação não for normalizada nas próximas horas, há possibilidade de que outros servidores de outras agências também paralisem suas atividades por falta de segurança”, afirmou Cícero.

A assessoria do INSS informou que a agência de Rio Largo funcioná normalmente nesta terça-feira. O INSS tem contrato com a empresa de segurança Tersevig que conta com vigilantes fazendo o serviço nas unidades.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com