Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > SERVIDORES PÚBLICOS DE INHAPÍ FIZERAM UMA PARALISAÇÃO EM PROTESTO CONTRA AS INJUSTIÇAS TRABALHISTAS IMPOSTA PELO PREFEITO BEL.

Servidores públicos de Inhapí fizeram uma paralisação em protesto contra as injustiças trabalhistas imposta pelo prefeito Bel.

17/01/2012

A cidade de Inhapí no sertão alagoano viveu no dia de ontem (16-01-2012)

Escrito por: CUT-AL

 

 

A cidade de Inhapí no sertão alagoano viveu no dia de ontem (16-01-2012) momentos tenso, porque os trabalhadores públicos municipais, saíram em passeata pelas ruas da cidade reivindicando do prefeito Bel, o cumprimento do acordo entre poder público e os servidores.

 

¨ Estamos na rua reivindicando do gestor público os nossos direitos, firmamos um acordo, porém não tivemos sucesso, o prefeito da cidade o Sr. Bel não cumpriu com a sua parte no acordo que fez com os servidores no ano passado (15/09/2011), a única saída da categoria foi organizar este ato e depois sair em passeata para mostrar a sociedade da nossa cidade como os servidores públicos são tratados pelo gestor público local o Sr Bel. Na última mesa de negociação fechamos um acordo que seria colocado em prática no mês seguinte,

 
Que seria:

 1 – Reposição da inflação e ganho real sobre o crescimento da receita do município

 2 – Revisão e atualização do PCC do Magistério;

3 – PCC para todos os servidores – Educação, Saúde e Administração;

4 – Data limite para o pagamento de salários por parte do município;

5 – Indicativo de paralisação e greve por tempo indeterminado.

Frisou. Lídia Rodrigues – Presidenta do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Inhapí.

 

Até agora nada foi cumprido por parte do gestor público, ao contrário os servidores concursados não receberam o salário de dezembro (2011), 13º salário e 1/3 de férias. Já os contratados estão sem receber seus vencimentos há 90 dias (três meses), muitas denúncias foram feitas ao ministério público local e nada adiantou.

A Central Única dos Trabalhadores em Alagoas, através do seu presidente Izac Jackson tentou uma nova mesa de negociação com a participação da CUT, servidores e o gestor público local, para resolver esse impasse.

Só temos uma saída para resolver esse impasse é fazer uma grande caravana saindo da cidade de Inhapí com destino a Maceió e marcar audiências públicas com: Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas do Estado e o governador para tentar uma solução viável para os trabalhadores, e só sairemos daqui com uma solução viável para os servidores e contratados da cidade de Inhapi, frisou. Izac.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com