Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SERVIDORES DA UFAL REALIZAM NOVA MANIFESTAÇÃO.

Servidores da Ufal realizam nova manifestação.

04/07/2011

Escrito por: Gazetaweb

 

Técnicos da universidade federal afirmam lutar contra a desestruturação de Plano de Cargos e Carreira, por reajuste e melhor condição de trabalho

 

Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), em greve desde o dia 15 de junho, pretendem ampliar o nível de mobilização da categoria a partir desta segunda-feira, quando deverão intensificar suas ações com caminhada, já batizada de “arrastão”, no campus A. C. Simões, no bairro Cidade Universitária, em Maceió. A concentração será no prédio da Reitoria, às 8 horas.

“Queremos uma maior mobilização de toda a categoria, pois só desta forma vamos conseguir, entre outras coisas, barrar a desestruturação do Plano de Carreira, a fim de evitar a retirada de direitos”, afirma Samuel Correia, coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores da Ufal (Sintufal) e integrante do comando de greve.

São diversas as atividades definidas para os próximos dias. Na terça-feira (05), também às 8 horas, os grevistas irão se concentrar na Faculdade de Medicina (Famed) para participar do Programa de Inserção do Novo Servidor da Ufal. Na oportunidade serão recepcionados os oitenta novos servidores nomeados neste ano. Em seguida, o sindicato realizará uma assembléia na tenda cultural, a partir das 9 horas.

Na quarta-feira (06), às 9 horas, os grevistas pretendem reforçar o chamado Dia Nacional Unificado, promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), em conjunto com vários movimentos sociais e tendo como tema “A CUT na luta por ganhos reais!”. A concentração será em frente à Superintendência Regional do Trabalho (SRT), ao lado da Igreja do Livramento, no centro de Maceió.

Já às 14h, o comando de greve realizará reunião na sede do Sintufal.

Na quinta-feira (07), as atividades se concentram nos campi do interior, enquanto que na sexta-feira (08), a partir das da 7 horas, os técnico-administrativos levarão as ações da greve para o Hospital Universitário, onde acontecerá um café da manhã, seguido de um “arrastão”.

A greve nacional dos técnico-administrativos é liderada pela Federação de Sindicatos de Trabalhadores em Educação das Universidades Brasileiras (Fasubra) e já possui a adesão de 47 universidades.

Eles também lutam contra o congelamento do incentivo à qualificação - já que o governo, segundo a categoria, pretende transformá-lo em valor fixo -; pelo reposicionamento dos aposentados; contra o desmonte dos hospitais universitários, cuja proposta do governo cria uma empresa para gerenciá-los; contra o projeto de lei que também congela os salários dos servidores por dez anos; pela abertura imediata de concurso público para substituição dos terceirizados; e pelo piso nacional de três salários mínimos, com 'step' de 5% (diferença entre um padrão de vencimento e outro).

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com